08/09/2015 08:09

Especial Cogeração: O papel estratégico da biomassa de cana na matriz energética de São Paulo

O Estado de São Paulo, maior produtor de cana-de-açúcar do país, articula medidas para o fortalecimento da inserção da biomassa na matriz energética estadual.

O potencial para o crescimento desta fonte é evidente. A produção paulista de cana-de-açúcar representou 53% do total nacional, segundo informações da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

Números que confirmam a viabilidade da inserção da biomassa em uma matriz energética sustentável.

Abaixo confira o atual panorama da produção de biomassa e cogeração em São Paulo e a participação desta energia na rede elétrica do Estado.

Os textos e gráficos abaixo são exclusivos para assinantes:

Mapa das térmicas a biomassa

Produção e Consumo de energia da biomassa em SP

A demanda por energia da biomassa nos próximos 20 anos

Este conteúdo é exclusivo para assinantes do InfoCana.

Para ter acesso às informações clique em assinar e conheça nosso plano de assinaturas.

Não conhece o InfoCana?
Clique em experimente e tenha acesso por 30 dias à mais completa plataforma de notícias e dados de usinas do setor sucroenergético.

Já conhece o InfoCana?
Clique em assinar e continue informado sobre os fatos e notícias que movimentam a indústria da cana-de-açúcar.

Notícias relacionadas

Confira 5 slides que apresentam panorama atual da produção de etanol 2G da Raízen

08/06/2017 11:06

Oferta de energia de biomassa cai 7,8%

15/05/2017 07:05

Termelétrica de biomassa de cana amplia a potência instalada

08/05/2017 09:05

Encontre mais notícias