05/04/2017 10:04

Confira os números da Odebrecht na safra 2016/17

O grupo Odebrecht Agroindustrial fechou a safra 2016/17 com moagem de 28,6 milhões de toneladas, resultado 2,4% menor em comparação com a safra passada, quando 29,3 milhões de toneladas foram processadas.

Por estratégia da companhia, o grupo priorizou a produção de etanol anidro nesta última safra, totalizando a produção de 690 mil metros cúbicos, crescimento de 8% em comparação com os 640 mil m³ da safra anterior.

A produção de etanol hidratado caiu 9%, saindo de 1,4 para 1,28 milhão de metros cúbicos nesta safra.

O crescimento da produção de açúcar acompanhou a estratégia de mercado das usinas sucroenergéticas, motivadas pelos preços atrativos do açúcar no mercado internacional. O grupo cresceu em 30% a produção de açúcar, totalizando 590 mil toneladas no ciclo 2016/17.

A comercialização de energia elétrica do grupo totalizou 2,2 mil GWh, queda de 28% em comparação com os 3,1 GWh gerados na safra 2015/16.

Confira abaixo comparativo entre safras do Grupo Odebrecht Agroindustrial

Este conteúdo é exclusivo para assinantes do InfoCana.

Para ter acesso às informações clique em assinar e conheça nosso plano de assinaturas.

Não conhece o InfoCana?
Clique em experimente e tenha acesso por 30 dias à mais completa plataforma de notícias e dados de usinas do setor sucroenergético.

Já conhece o InfoCana?
Clique em assinar e continue informado sobre os fatos e notícias que movimentam a indústria da cana-de-açúcar.

Notícias relacionadas

Usina de cana da Odebrecht na Angola projeta crescer produção de açúcar em 90%

09/07/2017 08:07

Nardini terá menos cana e dará prioridade ao açúcar

18/05/2017 08:05

Da Mata cresce 4% em moagem na safra 2016/17

08/05/2017 09:05

Encontre mais notícias